© Pedro Sardinha/TMP / “Lowlands”, de Helder Seabra, com interpretação de Afonso Cunha, Dinis Duarte, Joana Couto, Mário Araújo, Lea Siebrecht, Pedro Matias e Sara Santervás // © José Caldeira / “Rubble King”, de Duarte Valadares, com interpretação de Marco da Silva Ferreira, Palcos Instáveis // © Ivo Tavares / “Teia” de Sara Garcia, com interpretação de Dinis Duarte, Francisco Pinho, Jéssica Gil, Carolina Ferreira e Sara Garcia, “Percursos pela Arquitetura”

“So, now what?” explora a experiência física e emocional, tanto individual como coletiva, de duas pessoas emolduradas numa sociedade, levadas a encaixar num certo modelo, enquanto encaram um mundo imprevisível, no qual muito está fora do seu controlo.

  • 3 e 4 dez / Sala Estúdio do Teatro Campo Alegre

Um corpo no precipício a ponderar o salto – o ir ou ficar. A partir do estudo sobre o sensível surge um momento sobre a solidão, o habitar o ar rarefeito, com a tentativa de o transportar para cena com leveza e minúcia.

  • 3 e 4 dez / Sala Estúdio do Teatro Campo Alegre

E.LO - Showcase Instável é um novo projeto da Instável, que tem o objetivo de aproximar criadores emergentes do Norte do País de circuitos e desígnios de programação, de forma a diminuir as dificuldades que encontram na promoção e digressão das suas peças.

  • 30 nov / Online

FAÍCC – Formação Avançada em Interpretação e Criação Coreográfica é um programa de formação intensivo, dinâmico e interdisciplinar, que decorre no primeiro semestre de cada ano na Instável. Dirige-se a intérpretes e criadores com bases sólidas de dança contemporânea que pretendem aprofundar os seus conhecimentos através de um processo orientado para a profissionalização nas áreas da interpretação e da coreografia.

"Je t’aime” é um trabalho que coloca o corpo empático e a relação amorosa em evidência. A dança como troca de energia entre dois corpos. Um ritual como ponto final de uma relação. Um momento de catarse a dois. Como construir e coexistir sem perder a sua individualidade natural e essencial?

  • 8 dez / Teatro Aveirense, Aveiro

Com as férias dos mais novos à porta, a Instável preparou um Campo de Férias de Natal. Inspirado no livro "Impossível”, de Catarina Sobral, os participantes vão poder ocupar o tempo de forma divertida e criativa nestas sessões de Dança Criativa e Expressão Plástica.

Para a nova criação "Take", procuram-se 5 intérpretes com idade superior a 20 anos, com fortes capacidades técnicas e artísticas. Serão consideradas e valorizadas a singularidade do intérprete, a aptidão para a interpretação e a capacidade de corresponder à linguagem coreográfica de São Castro e António M Cabrita. Serão ainda selecionados em audição 2 estagiários para acompanharem o processo de criação.

São elegíveis para esta Open Call, todos os inscritos no programa FAÍCC - Formação Avançada em Interpretação e Criação Coreográfica para a edição 2023, que não tenham residência no Porto.

Mórula é uma atividade da Instável que tem vindo a crescer e a consolidar-se progressivamente ao longo dos anos. Promove a pesquisa, experimentação e criação artística de dança contemporânea.

FOCAR - Formação Orientada em Coreografia para Arquitectura é um programa de formação direcionado para criadores da área da dança contemporânea que se interessem por explorar a dança em espaços informais, “não convencionais”, públicos e privados.