© Joana Rodrigues / “Timber”, de Roberto Olivan para a Companhia Instável / interpretação de João Cardoso, Joana Couto, Mafalda Cardoso, Liliana Oliveira, Ricardo Machado, Sara Garcia | © Pedro Sardinha/TMP / “Simulacro”, de Carminda Soares e Margarida Montenÿ / Palcos Instáveis | © Ivo Tavares Studio/Casa da Arquitectura / Criação de Francisco Pinho no âmbito do projeto Percursos pela Arquitetura / Abertura da Casa da Arquitectura

A Instável, parceira portuguesa do projeto de cooperação europeia iCoDaCo – International Contemporary Dance Collective – tem o prazer de anunciar a presente convocatória para a seleção de quatro artistas, independentes e com uma abordagem contemporânea na área da dança, para a formação de um novo coletivo.

Palcos Instáveis é um projeto de incentivo à criação emergente em dança contemporânea. As propostas selecionadas beneficiam de bolsa de criação, espaço de residência, acompanhamento artístico, e apresentação no Teatro Campo Alegre.

A Bolsa Mórula é um programa de apoio da Instável – Centro Coreográfico que promove a pesquisa, experimentação e criação na área da dança contemporânea. Nesta call for entries pretendemos selecionar um projeto, que irá beneficiar de um conjunto de oportunidades.

1. Magoado, Melindrado, Pesaroso, Triste, Plangente, Sensível, Meio Podre, Combalido; 2. Função psicofisiológica que consiste em experimentar certa espécie de sensação; (...)

  • 13 set / Centro Cultural Raiano, Idanha-a-Nova

Criando uma atmosfera imersiva e de teor especulativo, a audiência é convidada a situar-se. Não é uma apresentação no espaço mas uma apresentação do espaço em permanente devir: fugaz e expansivo.

  • 27 jun / Teatro Aveirense