Tag Archives: Palcos Instáveis

#Palcos Instáveis

Void, Void, Void / Maria R. Soares e Antonio Marotta

Criando uma atmosfera imersiva e de teor especulativo, a audiência é convidada a situar-se. Não é uma apresentação no espaço mas uma apresentação do espaço em permanente devir: fugaz e expansivo.

golden numbers - o início do fim / Thamiris Carvalho

O primeiro episódio - o início do fim - festeja o ponto de partida do Apocalipse, o decorrer de 30 anos que transitam entre o fim de um milênio e o início de um novo em decadência constante. Como é ter nascido no final de festa dos anos 1990 e amadurecer durante o século 21, mulher?

Solo Fértil / Inês Carneiro

Um corpo no precipício a ponderar o salto – o ir ou ficar. A partir do estudo sobre o sensível surge um momento sobre a solidão, o habitar o ar rarefeito, com a tentativa de o transportar para cena com leveza e minúcia.

So, now what? / Ana Meireles e Evelyn Hutchings

“So, now what?” explora a experiência física e emocional, tanto individual como coletiva, de duas pessoas emolduradas numa sociedade, levadas a encaixar num certo modelo, enquanto encaram um mundo imprevisível, no qual muito está fora do seu controlo.

Ninguém me ensinou a olhar / Andreia Marinho e Andreia Alpuim

“Nova refutação do tempo” é uma criação multidisciplinar, onde a fotografia e a dança habitam o mesmo espaço. Onde a imagem não existe sem movimento e movimento não existe sem imagem. Criamos uma performance feita de fragmentos, onde reinventamos um corpo, mas também o espaço em que esse mesmo corpo se transforma.

Nova Refutação do Tempo / Rina Marques, Sara Ferreira

“Nova refutação do tempo” é uma criação multidisciplinar, onde a fotografia e a dança habitam o mesmo espaço. Onde a imagem não existe sem movimento e movimento não existe sem imagem. Criamos uma performance feita de fragmentos, onde reinventamos um corpo, mas também o espaço em que esse mesmo corpo se transforma.

Open Call / Palcos Instáveis

Palcos Instáveis/1as Obras é um projeto de incentivo à criação emergente em dança contemporânea. Criadores em diferentes níveis de consolidação são desafiados a propor novas obras para desenvolver através dos Palcos Instáveis. As propostas selecionadas beneficiam de bolsa de criação, espaço de residência, acompanhamento artístico, e apresentação no Teatro Municipal Campo Alegre.

Intimidade Simplificada / Teresa Pereira da Silva

Estreia da criação de Teresa Pereira da Silva nesta “rúbrica” dos Palcos Instáveis - Aveiro.
Este website utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies.