DR / Festival “Lá Fora”, criação e interpretação de Liliana Oliveira no âmbito do projeto “Percursos Pela Arquitetura”

Pulso

São cinco meses de trabalho continuado em sessões de formação de natureza diversa e dinamizada por elementos convidados, desde coreógrafos e produtores, a juristas e programadores, entre outros. O projeto PULSO abrange diversos aspectos do trabalho de produção e artístico, e os temas das sessões são definidos de acordo com as necessidades do grupo, prevendo-se sessões dedicadas à produção, angariação de apoios, circulação, comunicação e difusão, vertente técnica do espectáculo.

O PULSO propõe sessões semanais online e, mais pontualmente, sessões de mentoria em pequenos grupos.

O formato inovador do projeto PULSO carateriza-se por favorecer o contacto entre criadores emergentes e várias personalidades da área da Cultura em diferentes momentos do seu percurso artístico. Desta forma, oferece aos participantes diferentes testemunhos e metodologias de trabalho, criando um espaço seguro e de colaboração onde é promovida a reflexão e pensamento crítico sobre os respetivos projetos.

© Joana Rodrigues / FAICC 2018: “Percursos pela Arquitetura” com interpretação de Liliana Oliveira

Candidaturas

Em 2023, o PULSO irá decorrer entre janeiro e maio, contando com uma sessão por semana (terças de manhã). Candidaturas: até 3 janeiro 2023. O acesso ao PULSO está dependente de candidatura.

Condições

Componente Mista (sessões online + mentorias presenciais):

Preço: 80€* (valor total/4 meses)
Ex-alunos/criadores Palcos Instáveis (2020-2022): 40€**

Componente Online (sessões online):

Preço: 65€* (valor total/4 meses)
Ex-alunos/criadores Palcos Instáveis (2020-2022): 40€**

* A participação no PULSO 2023 pode ser paga em duas modalidades: num só pagamento de 80€, ou em dois pagamentos de 50€ cada.

** O desconto atribuído aos criadores dos Palcos Instáveis aplica-se apenas aos participantes das temporadas 2020/2021 e 2021/2022.

Testemunhos

Catarina Campos
“Acho que me vou inscrever em todas as edições do PULSO porque tem sido mesmo muito pertinente para mim. O PULSO tem sido fundamental para perceber a anatomia de um projeto artístico, as necessidades práticas, os enormes desafios de financiamento e estabelecimento de parcerias, ajudando os criadores a criar rede entre pares e a estabelecer continuamente pontes com diferentes profissionais do sector.”

Jo da Silva
“O Pulso tem sido, não só um impulso para desenvolver o projecto, como também um ponto de encontro informal com parte da comunidade artística, muito necessário e que não tem existido doutra forma. Recomendo muito para qualquer pessoa que tenha uma ideia e precise daquele empurrão extra.” Jo da Silva